Padroeiro

+A / -A


No final do século XII e início do século XIII, séculos de mudança de época nasceram dois grandes santos, que enfrentaram realidades diferentes, mas que se santificaram por uma íntima experiência de Deus e vivência da pobreza evangélica. Encontraram uma Igreja de pouca evangelização e muito apegada ao poder, à riqueza e coisa de sua autoridade. São Francisco de Assis, italiano e São Domingos de Gusmão, espanhol, distinguiram-se na Igreja de seu tempo e na de hoje. Procuraram reviver o espírito das comunidades cristãs primitivas e imitar o Jesus de Nazaré, o missionário itinerante. Para nós araxaenses, São Domingos se tornou referência e deu o primeiro nome à nossa cidade. O primeiro nome oficial foi Freguesia de São Domingos do Araxá.

São Domingos nasceu no dia 24 de junho de 1170 em Calaruega , Castela, na Espanha e faleceu no dia 6 de agosto de 1221, em Bolonha na Itália. De família nobre teve possibilidade de estudar desde a infância até cursos superiores. Depois de ser ordenado sacerdote teve contato com as heresias, no sul da França. Na fé em Deus e na força do Evangelho se dedicou de maneira exclusiva à evangelização, através da Palavra e principalmente, pelo testemunho de uma vida dedicada ao próximo com total desapego. Para o trabalho de evangelização, conseguiu com alguns companheiros fundar uma congregação, a Ordem do Pregadores, que leva seu nome, Ordem Dominicana. Para o mesmo fim, de anúncio e vivência do Evangelho, funda também uma ordem feminina. Destas duas ordens surgiram ao longo da história outras congregações, que procuraram seguir o carisma dominicano. Não temos precisão histórica sobre o motivo de São Domingos ter sido o padroeiro de Araxá e dado o nome inicial à cidade. O que sabemos com certeza é que em 20 de outubro de 1791 foi criada a Freguesia de São Domingos do Araxá, origem da Paróquia de São Domingos de Gusmão, padroeiro.

[voltar para INICIO]